Domingo
08 de Dezembro de 2019 - 
Você tem garantias e direitos, portanto, conte com o seu advogado de confiança para defendê-lo (a)

Acompanhamento Processual

Acesso ao controle de processos

Notícias

INSTITUCIONAL: Tecnologia da Informação: integrantes de comitê avaliam projetos em andamento e investimentos que serão executados em 2020

A 28ª reunião do Comitê Gestor de Tecnologia da Informação da Justiça Federal da 1ª Região (CGTI) ocorreu nesta terça-feira, 19 de novembro, com a participação do presidente do TRF1, desembargador federal Carlos Moreira Alves. Os integrantes discutiram o andamento de projetos e investimentos nos orçamentos de 2019 e 2020, além dos resultados do tribunal nos índices de governança pública. Eles também aprovaram estratégias sobre os planos de contratação de solução de TI para o final do exercício orçamentário de 2019, além das contratações e dos investimentos que serão executados em 2020. O diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação (Secin), Lucio Melre, apresentou um balanço das ações estratégicas na área e os resultados positivos do trabalho realizado. Entre eles, a aquisição de 751 aparelhos de scanners para o tribunal e seções judiciárias, que irão acelerar a transformação digital da 1ª Região, além da compra de suplementos de TI como teclados, impressoras, equipamentos para videoconferência, notebooks e webcams. Na área de capacitação, a plataforma Alura proporcionou mais de 7,8 mil horas de capacitação para 95 servidores da Secin. O próximo passo é fazer a distribuição de licenças da Alura para o treinamento de servidores das seccionais. Com relação aos índices de governança de tecnologia da informação e comunicação do Poder Judiciário (IGOVTIC-JUD) implementados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o TRF1 apresentou nota geral de nível satisfatório, ficando em primeiro lugar entre os demais tribunais regionais federais. O índice avalia tópicos como políticas e planejamento, serviços de infraestrutura e riscos, monitoramento e auditoria. Segundo Melre, os resultados apresentados estão vinculados ao empenho de persas áreas do tribunal. “O nosso índice está bom porque a gente empreendeu uma série de medidas de gestão e governança que dependem não apenas do trabalho da Secin, mas do trabalho de todas as unidades do Tribunal e do apoio que a gente tem recebido da presidência, da diretoria geral e da secretaria geral”. O processo judicial eletrônico (PJe), foi outro item da pauta da reunião. Em 2020, serão investidos R$ 1,8 milhão para dar continuidade à digitalização dos processos. Atualmente, mais de 62 mil deixaram de tramitar fisicamente no tribunal e mais de 161 mil já nasceram de forma eletrônica. De acordo com o presidente do TRF1, desembargador Carlos Moreira Ales, o PJe é prioridade. “A tecnologia da informação é a ferramenta mais poderosa que o ser humano tem para alcançar e otimizar os resultados em todos os níveis de atuação... É o que nós temos para otimizar a nossa produtividade em relação ao nosso serviço final, que é prestar jurisdição com eficiência, qualidade, rapidez, celeridade, auxiliados por esse instrumento que é a tecnologia da informação”, disse o presidente. Assessoria de Comunicação Social Tribunal Regional Federal da 1ª Região  
20/11/2019 (00:00)

Contate-nos

Rodovia Transamazônica  20
-  Novo Horizonte
 -  Pacajá / PA
-  CEP: 68485-000
+55 (91) 991040449+55 (94) 991349347+55 (91) 37981042
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.