Sábado
25 de Maio de 2019 - 
Você tem garantias e direitos, portanto, conte com o seu advogado de confiança para defendê-lo (a)

Acompanhamento Processual

Acesso ao controle de processos

Notícias

Pauta concentrada busca acordos com BB

O atendimento de 50 demandas processuais relacionadas ao Banco do Brasil foi programado para a Pauta Concentrada do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – Cejusc/Famaz, que ocorre nos dias 22 e 23 de abril e tem o objetivo de agilizar o atendimento de demandas dos consumidores, assim como pretende diminuir a judicialização dos conflitos. O Cejusc/ Famaz tem à frente a juíza Ana Patrícia Alves Fernandes. Os 50 processos, referentes a danos morais, execuções, pendências referentes a títulos bancários e outros foram previamente selecionados pelo Banco do Brasil e as partes foram intimadas pelo Diário de Justiça Eletrônico e pelo envio de cartas-convite. Os consumidores que comparecem ao Cejusc/Famaz são atendidos pelos alunos e voluntários do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Instituição, que fazem o atendimento inicial e encaminham para as audiências de conciliação, realizadas nas mesas de negociação compostas pelas partes interessadas e pelos mediadores judiciais do Cejusc/Famaz. Segundo a coordenadora do Cejusc/Famaz, a juíza Ana Patrícia Alves Fernandes, as pautas concentradas são datas em que as empresas parceiras têm a possibilidade de enviar pessoas com maior poder de negociação e decisão, para que um acordo possa ser obtido com o diálogo com o consumidor. “As partes levam à mesa de negociação propostas abertas, com maior possibilidade de serem negociadas. A pauta concentrada de conciliação oportuniza às partes que indiquem a razão de estarem ali, assim como a solução a que podem chegar. As duas partes ouvem, ponderam e têm a possibilidade de chegar a um consenso. Esse é o objetivo da conciliação: dialogar e chegar a um consenso”. A juíza acrescentou que as pautas concentradas do Banco do Brasil ocorrem há quase quatro anos, e geram grande percentual de acordos. “Para uma empresa, não é bom ter alta judicialização, por conta dos altos custos e da alta demanda de tempo. O objetivo é também conceder ao consumidor uma oportunidade de ir ao Cejusc e mostrar o ponto de conflito, colocar duas partes opostas e conseguir dialogar com segurança e sigilosamente, num ambiente seguro. O consumidor, com isso, se sente ouvido e a demanda é levada de uma forma muito concreta à empresa”, avaliou. A próxima pauta concentrada do Banco do Brasil está programada para a Semana Estadual de Conciliação, nos dias 10 a 14 de junho, ocorrerá no Cejusc Famaz, reunindo pautas pré-processuais.
Fonte:
TJ Para
23/04/2019 (00:00)

Contate-nos

Rodovia Transamazônica  20
-  Novo Horizonte
 -  Pacajá / PA
-  CEP: 68485-000
+55 (91) 991040449+55 (94) 991349347+55 (91) 37981042
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.