Domingo
27 de Maio de 2018 - 
Você tem garantias e direitos, portanto, conte com o seu advogado de confiança para defendê-lo (a)

Acompanhamento Processual

Acesso ao controle de processos

Notícias

Acusado de homicídio é condenado a 7 anos de reclusão

Os jurados do 1º Tribunal do Júri de Belém, presidido pelo juiz Edmar da Silva Pereira, votaram, nesta segunda-feira, 14, pela condenação de José Raimundo Moreira Cardoso, comerciante conhecido como “Bad Boy”, acusado de homicídio simples. A vítima do homicídio, Anderson Ribeiro Abreu, tinha 26 anos de idade à época do crime. A decisão do Corpo de Sentença acatou por maioria dos votos a tese acusatória do promotor de Justiça, José Rui de Almeida Barbosa. A promotoria argumentou aos jurados que não cabia a legítima defesa de terceiro, alegada pelo réu, pois ele saiu para se armar e retornou ao local onde começou o conflito. A defesa de José Raimundo Cardoso, promovida pelo advogado José Maria de Lima Costa, sustentou a tese de excludente de ilicitude da legítima defesa de terceiro, argumentando que o réu efetuou os dois disparos de arma de fogo porque Anderson Abreu agrediu sua mulher. O crime aconteceu por volta das 3h do dia 27/08/2012, próximo ao “Bar Luar”, localizado na rua Yamada, no bairro Pratinha, em Belém. Familiares do réu e da vítima estavam numa festa no bar, quando houve uma desavença entre as famílias que culminou em briga. Os ânimos foram acalmados e todos retornaram para casa, mas José Raimundo Cardoso resolveu voltar ao bar portando arma de fogo, com a qual efetuou dois disparos contra Anderson Abreu. Embora socorrida por populares, a vítima foi a óbito em decorrência dos disparos.
Fonte:
TJ Para
14/05/2018 (00:00)

Contate-nos

Rodovia Transamazônica  20
-  Novo Horizonte
 -  Pacajá / PA
-  CEP: 68485-000
+55 (91) 991040449+55 (94) 991349347+55 (91) 37981042
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.